quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Pensamentos Pensantes

Desde menino eu nunca me satisfiz fazendo apenas uma coisa, ao mesmo tempo em que estudava de manhã eu buscava diversas atividades para preencher o meu dia, fazia: Karate, Capoeira, Futsal, Judô e ainda arrumava tempo para brincar. Fui crescendo e além dos esportes busquei cursos de vários tipos, até o bom e velho curso de datilografia eu fiz, nada como o velho e bom som das teclas duras batendo no papel, sendo abafadas apenas pela fita de tinta.

Hoje tenho muitas responsabilidades, mas a mania de querer abraçar o mundo não foi embora, sou cobrado por agir assim por querer ser assim. Amigos me cobram por eu não ser tão presente nas vidas deles, nos trabalhos me cobram por eu não ser exclusivo, porém a vida me lembra que só temos uma chance e que se não aproveitamos ao máximo tudo o que ela nos oferece chegamos ao fim com aquela sensação de arrependimento. Sei lá é tudo tão complicado nem eu mesmo sei o que é a vida e o que eu estou vivendo, porém eu tenho a certeza que não quero fazer apenas uma coisa pro resto da vida, tudo fica sem graça e muito obvio, quero dias e dias sem rotina, quero jurar amor eterno e viver o amor, quero ajudar as pessoas e realizar os meus sonhos.

Quero amadurecer sem se tornar um adulto chato, levo sempre comigo a brincadeira de criança. Viver é uma arte e o artista somos nós.